segunda-feira, 30 de novembro de 2020

Maria Isabel, uma Serva Fiel.

                                                                       Charles Meira

O Sr. Aurelino Felix, morou com sua família dois anos na cidade de Euclides da Cunha - BA, onde ali começou a criar a maioria dos seus filhos. Homem trabalhador, um excelente eletricista, profissão com que ganhava o sustento do lar. Dona Isabel, sua esposa cuidava dos afazeres domésticos sempre com a ajuda da primogênita, que também se chamava Isabel, mas era tratada carinhosamente de Bel. Além de ajudar sua mãe, ela aprendeu a costurar com a tia Alice, irmã de Sr. Aurelino. Com isso, não teriam despesas para fazer as roupas da família. Tia Alice era a mãe adotiva de todos os familiares. Aquela que tinha a palavra e as ações corretas para todos os momentos. Enildes, uma das filhas do Sr. Aurelino, desde novinha foi morar na casa da tia Alice. Como a religião da tia era batista a menina logo estava frequentando a igreja. Bel, que não saia da casa, seguiu o mesmo caminho, conheceu o evangelho e aceitou Jesus como Senhor e Salvador. O exemplo foi seguido em pouco tempo pelos outros membros da família.

Depois dos dois anos retornou para Antas - BA para trabalhar na Coelba a convite de Edvaldo Nilo, prefeito da cidade na época. A família, depois que aceitou o evangelho, se estruturou totalmente naquela cidade. Como não tinha Igreja Batista em Antas, os cultos eram realizados no seu lar, nas casas de parentes e amigos. O tempo foi passando e o Sr. Aurelino sentiu de Deus a necessidade de conseguir um local maior para realizar as reuniões. Foi alugada uma pequena garagem e deu-se início ao trabalho batista na localidade. Com a chegada de um novo gerente para o Banco do Brasil, que também era evangélico, a congregação tomou um grande impulso e cresceu bastante. O Sr. Aurelino e Omar, este funcionário do banco, conseguiram com muito esforço e ajuda de todos os irmãos comprarem um terreno, onde foi construído o templo da Igreja Batista de Antas.

Tudo corria normalmente no meio da família e nos trabalhos da igreja, quando Bel começou a queixar-se de um caroço na barriga. Foram feitos vários exames com médicos de Aracaju e o diagnóstico foi uma inflação gástrica. Foram receitados os medicamentos e entregaram o problema nas mãos de Deus. Por outro lado, a igreja orava diariamente pelo restabelecimento da irmã. Passados alguns dias, Bel esteve na igreja e contou que já estava curada. Naquele momento todos agradecerem a Deus a sua recuperação. Mas com o passar do tempo Bel voltou a sentir os mesmos sintomas. A doença agravou-se e os exames foram repetidos e desta vez para tristeza da família o diagnóstico foi câncer. Daí por diante foram somente momentos de dor, sofrimento e angustia. Mesmo assim, todos tinha esperança de que ela pudesse através de Deus alcançar a cura. Tentou-se como último recurso uma operação, mas no dia os médicos desistiram, devido à gravidade e desenvolvimento da doença. Ela retornou para seu lar, mas em momento algum foi informada da verdade.

Neste período se iniciou um grande ministério na vida da irmã Bel. Como a cidade era pequena e todos conhecidos, logo ficaram sabendo do que estava acorrendo. Diariamente as pessoas iam visitá-la e levar ânimo e conforto, mas por ser uma cristã, conhecedora da palavra de Deus, preparada, confiante na vitória, acontecia o contrário, eles saíam dali fortes e admirados diante do testemunho maravilhoso de fé e perseverança, dado por alguém que não tinha dos médicos uma esperança de vida.

Charles e sua esposa Maria José, irmã de Bel, estiveram na época fazendo uma visita a ela, que foi bastante constrangedora, mas constataram nela uma alegria verdadeira, fazendo-os capazes de superar as dores. No meio da conversa, Bel chamou-o particularmente no seu quarto, pois queria contar-lhe um sonho que teve dias atrás. Sentaram na sua cama e ela passou a relatar-lhe o sonho. No sonho ela se encontrava com Jesus Cristo. Primeiramente Ele disse que sua palavra era verdadeira, que nunca falharia e seriam cumpridas como foram escritas. Depois prometeu a Bel esperança de vida, colocando suas mãos estendidas cobrindo todos os espaços do quarto. Falou para ela que suas orações tinham chegado até ao seu trono e que a sua vinda era para atender a sua serva naquele momento de grande aflição. Encerrando Jesus falou que ela tivesse paciência e esperasse Nele a solução.

Charles saiu dali meditando e logo que chegou à casa do Sr. Aurelino, entrou no quarto e fez uma letra baseada no relado de Bel, coisa que raramente fazia. Momentos mais tarde pegou o violão e colocou uma melodia. No outro dia retornou à casa de Bel para mostrar-lhe a composição. Ela ouviu ansiosamente e com lágrimas nos olhos agradeceu-lhe dizendo que era muito bonita.

Maria Isabel morreu, mas deixou para todos, exemplo de vida dedicado ao Senhor, confiança nas grandes coisas que Jesus fará, que milagres acontecerão e vida Ele dará, tudo isso por causa do seu grande amor pela humanidade, mas que somente acontecerá conforme a sua vontade.

domingo, 29 de novembro de 2020

Prefeitos se reelegem em Feira de Santana e Vitória da Conquista impondo derrotas aos adversários do PT

Prefeitos reeleitos no 2º turno na Bahia Colbert Martins e Herzem Gusmão

O PT pela primeira desde a redemocratização do país, não conseguiu eleger nenhum prefeito nas capitais do Brasil, entre as quais Salvador, onde o candidato Bruno Reis (DEM), venceu a disputa ainda no primeiro turno, no enfrentamento direto a petista Denice Santiago. Neste domingo (29), no segundo turno das eleições, o partido do governador Rui Costa, perdeu as eleições nos dois maiores colégios eleitorais do interior. Em Feira de Santana, o prefeito Colbert Martins, do MDB, conquistou 54,42% dos votos (164.831 votos)  derrotando Zé Neto, do PT, com 45,58% (138.073 votos). Em Vitória da Conquista, o vencedor foi o atual prefeito Herzem Gusmão, do MDB, garantiu a vitória na reta final da apuração 97.364 votos (54%), numa disputa acirrada contra Zé Raimundo (PT), 82.942 (46%), ex-prefeito da cidade. (Jequié Repórter)

Assim me Contaram

                                                                             Charles Meira
      
Maria Letícia, Tomaz, José Barros Meira e Charles.                                        

José Barros Meira casou-se com Maria Letícia da Silva Meira já maduro, com idade acima dos trinta anos e com experiência suficiente para terem um lar sólido.

José era um comerciante bem sucedido na região, um homem sério, trabalhador, direito e inteligente. Maria foi criada na esperança de encontrar um bom casamente, orientada pela mãe, de maneira que aprendesse os dotes de uma excelente doméstica do lar, como se diz popularmente, boa de forno e fogão. Depois de um ano de preparo a filha estava no ponto para o matrimônio.

O casal sempre que confabulava tinha o desejo de ter filhos. Poderia ser três ou no mínimo dois. Com o passa do tempo Maria ficou grávida e com isso a alegria deles era muito grande. Só pensavam no dia da chegada da criança. O enxoval era muito bonito, tudo feito na expectativa de qual seria o sexo. José preferia um homem e teria o seu nome. As várias peças feitas eram trabalhos artesanais, presenteados por parentes e amigos mais próximos. 

Naquela época os partos eram feitos nos próprios lares por parteiras, pessoas que tinham adotado a profissão por amor. Durante toda a noite Maria sentiu dores, não deixando José dormir. Bem cedo as contrações foram aumentando e tiveram de mandar chamar com urgência dona Dorinha, a parteira da família. Ela chegou ofegante devido à pressa no trajeto, sua casa era um pouco distante da casa do amigo, quase parente. O diagnóstico foi alarme falso e ainda demoraria a hora de ela apanhar o neném. Depois de esperar bastante, dona Dorinha resolveu agilizar o parto, pois o menino estava demorando de vir à luz. O menino nasceu com muito sacrifício e métodos diversos foram utilizados para ajudar no parto. A tristeza tomou parte de todos naquele local, quando souberam que a criança estava morta. Muito choro dos familiares e dos pais que com tanta ansiedade esperavam o primeiro herdeiro. As causas da morte não souberam por certo, mas acreditaram que foi pela demora de o menino ser retirado da barriga da mãe, ou ter sido estrangulado pelo cordão umbilical.

Passados um ano Maria tolinou a engravidar. Dessa vez tudo ocorreu normalmente, nascendo um belo menino. O parto foi feito por Dr. Mariotti, na Casa de Saúde e Maternidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Charles foi o nome escolhido pelo pai. O Sr. José mostrou desejo que no futuro o menino estudasse para médico. Um ano e oito meses depois nasceu Tomaz, mais um menino para alegrar aquela família. Tinha olhos verdes e cabelos claros. O nome dado e a profissão de engenheiro foi escolha do papai.

Os meninos foram crescendo e quando Charles completou dois anos e seis meses o pai veio a falecer. Dona Maria sofreu bastante com a perda do esposo, mas conseguiu forças para os dias de dor e dificuldades. Dai por diante dedicou todo o seu amor à criação dos seus filhos. Mesmo enfrentando os reveses da vida, Maria conseguia criar seus filhos com bastante dignidade.

Desde pequenos Charles e Tomaz eram tratados de maneira que despertavam a atenção de todos os amigos e parentes. As roupas compridas tinham um detalhe notado por todos: sempre eram iguais, como nos gêmeos, Nas festas escolares, nas viagens que faziam para Maracás e Salvador, eram sempre admirados pelos trajes bonitos que vestiam. Charles e Tomaz eram escolhidos pelas tias para namorarem suas filhas que tinham a mesma idade deles. Charles, o mais esperto nesse sentido, paquerava Sônia, mas tudo sem maldade era uma brincadeira de criança, tudo arrumado entre parentes. As mentes deles eram sadias e puras. Essas atitudes são difíceis de acontecer nos nossos dias, onde as crianças já com pouca idade tem a mente poluída de desejos maléficos.

Ficaram somente saudades.

Arte feita com cartão telefônico pelo artesão Charles Meira









 

NOS PALCOS E NAS PRAÇAS

                                                                   Por Carlos Eden Meira

Luiz Gonzaga, zabumbeiro Catamilho e o Zequinha no triângulo, primeiro conjunto autenticamente nordestino, naquele estilo musical. (Foto do livro "Vida do Viajante - A Saga de Luiz Gonzaga" de Dominique Dreyfus).

Este texto me foi sugerido pelo meu primo e amigo CHARLES MEIRA, cantor, compositor, escritor, artista plástico e dinâmico diretor deste blog. Não vi, nem nunca fiz muita coisa em minha vivência no meio musical, mas Charles achou interessante que eu falasse algo que demonstrasse minha forma de sentir a beleza que a sublime arte musical representou para mim, apesar de minhas limitações. De qualquer maneira, foi uma oportunidade para falar sobre importantes eventos culturais que tive o prazer de assistir, e que atualmente não sei se ainda verei.

O ano era 1953 ou 1954, não sei exatamente, mas foi a primeira vez que vi emocionado, um inesquecível show de auditório. Foi no CINE TEATRO JEQUIÉ, numa manhã de domingo, e o artista a se apresentar era o ídolo da garotada da época, e de toda uma geração que continuou e continua a admirar sua arte. Era LUIZ GONZAGA, “O Rei do Baião”! O cinema superlotado, um barulho infernal de vozes da criançada principalmente, ansiosa para ver em carne e osso, o sanfoneiro famoso que formava junto com o zabumbeiro CATAMILHO e o ZEQUINHA no triângulo, o primeiro conjunto autenticamente nordestino, naquele estilo musical. Anos mais tarde, assisti a outras apresentações do Gonzagão já tocando em praça pública, patrocinado por alguma empresa comercial de marca famosa. Tempos depois, cheguei a ver shows de grandes nomes entre comediantes como ZÉ TRINDADE, e diversos artistas do rádio e da TV, como NILO AMARO E SEUS CANTORES DE ÉBANO, VIRGINIA LANE e suas vedetes, VICENTE CELESTINO, MARINEZ E SUA GENTE, TRIO NORDESTINO, POLY e seu conjunto, THE JORDANS, JERRY ADRIANI e RONNIE VON.

WANDERLEY CARDOSO foi um dos poucos artistas que acompanhei, tendo participado do conjunto THE BIRDS em 1967, contratado para acompanhar o cantor em algumas cidades baianas. Não sabíamos nenhuma música do cantor, pois, não gostávamos de quase nada da “Jovem Guarda”. Um amigo nosso que conhecia o repertório, ensaiou conosco. Com os ÍMPARES, acompanhamos o baiano OSVALDO FAHEL, que fez enorme sucesso com a canção “Morena do Rio Vermelho”. No mesmo grupo, participamos de algumas apresentações de ZÉ COIÓ (Roberto Ferreira), comediante carioca que mais tarde veio para o Nordeste. Zé Coió foi ator coadjuvante em O PAGADOR DE PROMESSAS, filme baseado na peça de DIAS GOMES com direção de ANSELMO DUARTE, ganhador da PALMA DE OURO no festival de Cannes em 1962. Zé Coió interpretava o “Dedé Cospe Rima”, personagem inspirado no cordelista baiano CUÍCA DE SANTO AMARO, conforme comentaristas de cinema, na época.

Anos antes, 1964 para ser exato, assistimos ao maior espetáculo de palco de todos os tempos em Jequié: A CARAVANA DA CULTURA, criada por PASCHOAL CARLOS MAGNO, Secretário Geral do Conselho Nacional de Cultura, na época. A Caravana viajou por vários estados do País, levando para o povo o que havia de melhor na música, folclore, teatro, dança típica, literatura e poesia nacionais. Ali, tivemos a oportunidade única de ver o grande ator do teatro brasileiro, SERGIO CARDOSO declamando o poema “O Operário em Construção” de VINÍCIUS DE MORAES, e uma belíssima performance de balé clássico, com a então Primeira-Bailarina do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, BEATRIZ CONSUELO.

Em épocas mais recentes destaco A ORQUESTRA SINFÔNICA DA BAHIA, o QUARTETO EM CY, LOS CATEDRÁSTICOS, os BEATLES “N”JAZZ, a apresentação no auditório do SESC do DUO CANCIONÂNCIAS do programa “Sonora Brasil”, além do inesquecível show em praça pública de ELBA RAMALHO, DOMINGUINHOS e WALDONYS, numa linda e maravilhosamente alegre noite de São João, que foi para mim, um dos melhores espetáculos que tive a oportunidade de assistir.

sábado, 28 de novembro de 2020

Deputado Euclides Fernandes não será opositor da gestão do prefeito Zé Cocá em Jequié

Zé Cocá o vice governador João Leão e o deputado Euclides Fernandes, nos pleitos para Lafaiete Coutinho (Foto/arquivo)

As eleições de Jequié em 2020 trouxeram uma situação incomum em relação as últimas disputas pela Prefeitura do município: O deputado Euclides Fernandes, principal liderança do PDT em Jequié  e região, não deu apoio explícito a nenhum dos candidatos, inclusive a Zé Cocá (PP), que trouxe o aval do governador Rui Costa (PT), ao qual o deputado pedetista integra a base aliada. Fernandes por questão de estratégia política, dada  sua participação direta na gestão do prefeito Sérgio da Gameleira (PSB), manteve-se publicamente distante do processo eleitoral voltando -se apenas para a eleição dos candidatos a vereador do PDT, notadamente a reeleição do seu filho Ramon Fernandes, o mais votado do município. Da mesma maneira que Ramon, outros parceiros de primeira linha do deputado Euclides, a exemplos do ex-vereador Neto Bulhões, que conseguiu eleger o filho Bui Bulhões e do vereador Pastoleiro, que também terá como sucessor o filho Júnior Braga e o vereador reeleito Marcio Melo, todos difundiram publicamente apoio a Zé Cocá. Após o resultado do pleito, o deputado Euclides Fernandes, já esteve reunido com o governador Rui Costa e, também com o colega deputado Zé Cocá conversando sobre assuntos políticos e administrativos a serem encaminhados a partir de janeiro de 2021. Euclides e seu grupo político não será mantido à margem da futura gestão. Apenas para reativar a memória de alguns, tende a acontecer  semelhanças ao ocorrido nos governos de Reinaldo Pinheiro (PP), da Dra Tânia Britto (PP) e mais recentemente, de Sérgio da Gameleira (PSB). “Euclides não será uma carta para ficar fora do baralho”… quem viver verá. (Jequié Repórter)

sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Zé Cocá propõe a união de todos por Jequié

Com proposito de convocar as forças políticas e administrativas do município para que, juntos, possam participar e contribuir com o planejamento participativo das ações de governo, que serão postas em pratica a partir de janeiro de 2021, o prefeito eleito, Zé Cocá, acompanhado da vice, Poliana Leandro, e do futuro secretario de Governo, Hassan Iosef, receberam os vereadores Tinho de Waldeck, Joaquim Caires, Soldado Gilvan, Marcinho Melo, Colorido, Gutinha, Ramon Fernandes, Ziel Cavalcante, Júnior Braga, Bui Bulhões, Professora Cida, Walmiral Marinho, Marcos do Ovo e Duda Simões.

Zé Cocá propôs a união e a participação efetiva de todos em prol de Jequié, ressaltando a importância do estreitamento das relações entre os Poderes Executivo e Legislativo, para os próximos quatros anos, com observância na harmonia e independência.

A proposta foi bem recebida e elogiada pelos vereadores presentes que, de imediato, demonstraram interesse e compromisso em colaborar para o projeto de reconstrução de Jequié.

“Teremos uma relação de respeito e de muito diálogo com a Câmara Municipal. A missão é de grande responsabilidade, mas com a fé em Deus, daqui a quatro anos, teremos uma Jequié muito melhor.”, destacou Hassan Iossef, futuro secretário de Governo.

“Esse é nosso primeiro encontro com os eleitos para os próximos quatro anos, na Câmara Municipal, e teremos uma relação marcada pelo diálogo franco e respeitoso para o bem da nossa cidade”, disse a vice-prefeita eleita, Polliana Leandro.

No encerramento da reunião, Zé Cocá disse estar muito satisfeito com o apoio expressado pelos vereadores e ressaltou a importância do encontro.
“É isso que nós queremos. Os vereadores ao nosso lado, nos ajudando, apoiado em nossas ações e é claro, fiscalizando e legislando para que Jequié acerte, cresça e que o povo saia ganhando nessa união e participação de todos”, afirmou o prefeito eleito de Jequié, Zé Cocá (Itiruçu Online)

Governo da Bahia publica relação de aprovados no concurso para soldados da PM e Corpo de Bombeiros



A Secretaria da Administração do Estado (Saeb) publicou, nesta sexta-feira (27), o resultado final e a homologação de dois concursos públicos para a Polícia Militar da Bahia e Corpo de Bombeiros Militar da Bahia. As portarias, disponíveis no Diário Oficial do Estado (DOE), no Portal do Servidor e no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) trazem a relação dos candidatos por ordem de classificação. Também foi publicado o resultado definitivo para aferição da veracidade da autodeclaração de candidatos negros, emitido pela Comissão de Heteroidentificação constituída pela empresa organizadora dos concursos, o IBFC.

De acordo com os editais dos certames, os aprovados serão convocados pelas corporações, de acordo com a necessidade da administração pública, para realização dos exames pré-admissionais, que incluem: entrega de documentos, exames médicos-odontológicos, teste de aptidão física, avaliação psicológica e investigação social. Os candidatos a soldado irão ingressar no curso de formação, e os oficiais de saúde serão matriculados no estágio de adaptação. Todo o andamento pode ser acompanhado pelo DOE. Regidos pelos editais SAEB 02/2019 e SAEB 03/2019, os concursos foram lançados no fim de 2019, com as primeiras provas realizadas no início deste ano. Entretanto, a pandemia da Covid-19 atrasou todo o cronograma.

O certame para candidato a soldados da PM e Corpo de Bombeiros registrou 112,3 mil inscritos, enquanto o concurso para médico e odontólogo da Polícia Militar chegou ao total de 790 inscritos e a validade é de um ano, podendo ser prorrogados, uma única vez, por igual período.

quinta-feira, 26 de novembro de 2020

CHESF ANUNCIA DIMINUIÇÃO DA VAZÃO PARA 200 METROS CÚBICOS POR SEGUNDO

O pequeno Rafael veio apreciar as cheias do Rio das Contas

A CHESF Companhia Hidrelétrica do São Francisco, informa à população que a Bacia do Rio de Contas encontra-se em período de chuvas, por isso o reservatório da Pedra alcançou, às 6h00 da manhã desta quinta-feira, 26, a cota de 223,07 m, com armazenamento correspondente a 64,86% do volume útil (V.U). Segundo a CHESF, diante da redução das afluências ao citado reservatório e da previsão meteorológica indicar chuvas de fraca intensidade para os próximos dias na Bacia do Rio de Contas, as defluências médias diárias do Reservatório de Pedra serão reduzidas, gradualmente, da faixa atual de 400 m³/s para 200 m³/s, devendo permanecer neste valor até nova avaliação.
Em decorrência da situação hidrológica, a Companhia alerta sobre a importância e necessidade de que seja fortemente evitada a ocupação de áreas situadas nas planícies de inundação, destacando a importância da ampla divulgação junto às comunidades ribeirinhas, ressaltando que a situação hidrológica está sendo permanentemente avaliada, podendo haver alterações nos valores praticados em função da evolução das chuvas e vazões na Bacia do Rio de Contas. Para quaisquer ocorrências em virtude das defluências, como alagamentos e enchentes, favor entrar em contato com a Ouvidoria Municipal, através do telefone (73) 3526-8039, que também funciona via Whatsapp. (Zenilton Meira)

Prefeito Silvany vai assinar ordem de serviço para o revestimento primário da estrada que liga Catingal a Sede



O evento acontece as 11:00 horas na praça Paulo Roberto Guimarães em Catingal, em suas redes sociais o prefeito Silvany convida toda população a se fazerem presentes para prestigiar o ato.

Nesta sexta-feira (27), acontece o evento de assinatura de ordem de serviço para o início da obra do revestimento primário da estrada de Catingal a Manoel Vitorino. O prefeito Silvany Barros vai receber no distrito de Catingal as autoridades políticas do estado, o Secretário de saúde Fábio Vilas-Boas e o Deputado federal Paulo Magalhães, onde será assinado a ordem de serviço para início das obras.


Reparo da Ponte do São Judas Tadeu será concluído e tráfego liberado na próxima semana, diz o prefeito Sérgio da Gamneleira


Após cerca de cinco meses de interdição, a Rua Antonio Orrico, principal interligação entre o centro da cidade e o bairro São Judas Tadeu, será finalmente liberado ao tráfego de carros. A interdição se deu por conta de reparos na ponte sobre o Rio Jequiezinho. O prefeito Sérgio da Gameleira (PSB), disse na manhã desta quinta-feira (26), em entrevista na Rádio Povo FM, que a empresa deverá entregar a obra concluída no início da semana e, a previsão da Secretaria de Infraestrutura é de que o tráfego esteja restabelecido normalmente no local, a partir de sábado, dia 5. (Jequié Repórter)

Fundação José Silveira e Santa Casa de Jequié realizam exames de detecção precoce do câncer de próstata

 


A Fundação José Silveira iniciou na manhã desta quinta-feira (26) na Santa Casa de Jequié a a ação Saúde do Homem, que terá continuidade até sexta-feira (27), das 8 às 17h, com a realização de exames da próstata com exames gratuitos através do SUS,  para o público masculino, que fez a marcação prévia.  A iniciativa marca a campanha Cuidar da Saúde é Coisa de Homem, em referência ao Novembro Azul, reforçando a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata. A coordenação dos trabalhos está a cargo da profissional Edina Nazaré, da Fundação José Silveira e os exames estão sendo feitos pelo médico urologista Dr, Armando Nascimento. Jequié Repórter)

 

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

As Atletas do Projeto Judô Ação são Medalhistas no Campeonato Brasileiro de Judô Funcional

Chegou ao fim na noite desta quinta-feira, 19, a primeira edição do Nacional de Judô Funcional CBJ, nova modalidade de disputa promovida pela Confederação Brasileira de Judô. O Funcional nasceu no contexto da pandemia de Covid-19, de forma totalmente inovadora e segura, sem contato e realizado de maneira remota com os atletas em suas respectivas casas ou academia

O grande destaque ficou por conta do estado da Bahia, que foi a grande Campeã no geral do evento, e três atletas do Projeto Judô Ação integraram a Seleção Baiana no evento, foram: Ana Carolina - Sub 13, ficou em 3º Lugar, Rebeca Silva - Sub 15, foi Campeã e Maria Isabel - Sub 18, foi Vice-campeã.

Parabéns a todas as atletas, professores(as), FEBAJU e a CBJ, pelo grande sucesso que foi este grande evento.

No quadro geral de medalhas, o grande campeão foi o estado da BAHIA, São Paulo ficou com o Vice-Campeonato geral e a Paraiba ficou em terceiro, no quadro geral.

Confira abaixo os pódios de cada classe:  

CLASSE SUB-13 

OURO: PARANÁ

PRATA: RIO DE JANEIRO

BRONZE: PARÁ

BRONZE: BAHIA


CLASSE SUB-15 

OURO: BAHIA

PRATA: MATO GROSSO DO SUL

BRONZE: SANTA CATARINA

 

BRONZE: PERNAMBUCO

 

CLASSE SUB-18 

OURO: PARAÍBA

PRATA: BAHIA

BRONZE: SÃO PAULO

BRONZE: MINAS GERAIS

 

CLASSE SUB-21 

OURO: SÃO PAULO

PRATA: SANTA CATARINA

BRONZE: PARANÁ

BRONZE: BAHIA

 

CLASSE SÊNIOR 

OURO: BAHIA

PRATA: PARAÍBA

BRONZE: ALAGOAS

BRONZE: PARANÁ 

 

CLASSE VETERANOS 1 

OURO: SÃO PAULO

PRATA: RIO DE JANEIRO

BRONZE: MATO GROSSO DO SUL

BRONZE: BAHIA

 

CLASSE VETERANOS 2  

OURO: PERNAMBUCO

PRATA: RIO GRANDE DO SUL

BRONZE: MATO GROSSO DO SUL

BRONZE: PARÁ

Visita do governador ao canteiro de obras do Porto Sul, em Ilhéus, marca início das intervenções

O governador Rui Costa esteve em Ilhéus nesta quarta-feira (25), quando visitou o canteiro de obras do Porto Sul. O momento marca o início dos serviços no porto, mais exatamente no local onde será construída a ponte sobre o Rio Almada, que terá acessos pela BA-001 e BA-262. Nesta etapa da obra serão construídas vias, instalação de sinalização, pontes, implantação de redes elétrica e de água, entre outras ações. Concluída essa fase, será iniciada a construção e desenvolvimento da estrutura do empreendimento.

As obras iniciais do Porto Sul devem ser concluídas em abril de 2022, que representa o sistema viário interno com ligação a Ferrovia Oeste-Leste (Fiol). O cronograma das duas obras está sendo realizado em sincronia. ”Hoje é um marco para o início das obras. A ponte será a primeira edificação desse projeto e, a partir daqui, teremos todo o sistema viário que vai conectar o Porto Sul às diversas rodovias que dão acesso a essa região. Essas obras internas serão concluídas até meados de 2022. Paralelo a esse início de obras, estamos acompanhando outra obra importante. Esta semana estive com o ministro da Infraestrutura para acompanhar o processo de leilão de licitação para a conclusão da Fiol, que falta 25% das obras a serem concluídas, entre Ilhéus e Caetité”, destacou o governador.

Ainda segundo Rui, ”essa licitação trará sentido a esse grande projeto, materializando um sonho não só da região sul mas de todo o oeste e de todo o interior da Bahia. Significa a integração do estado, que trará mais oportunidades de emprego e renda para os baianos”.

O terminal portuário permitirá a ampliação do corredor logístico na Bahia viabilizando também a atração de novos negócios para a região. O Porto Sul é um investimento realizado pelo Governo do Estado e pela Bahia Mineração (Bamin), que conta com recursos de R$ 2,5 bilhões. A obra gera 400 empregos diretos quando alcançar o pico, e outros 1.200 postos de trabalho indiretos.

O empreendimento, que já possui todas as licenças ambientais necessárias para a evolução da obra, será fundamental para o escoamento da produção de minérios e de grãos. De acordo com o presidente-diretor da empresa da Bamin, Eduardo Ledsham, ”essa primeira fase da obra, que vai durar 22 meses, vai suportar todo o crescimento desse complexo portuário, que vai ter capacidade para operar até 40 milhões de toneladas, por ano, não só de minérios, mas também de fertilizantes, grãos e outras cargas. Esse volume, com certeza, vai alavancar o desenvolvimento do estado”.

O secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, também ressaltou que a obra trará um crescimento para toda a Bahia. ”Além disso, a obra vai gerar crescimento para o centro-oeste do Brasil, que terá um corredor de exportação bastante competitivo e moderno. A Fiol termina ano Porto Sul, então é por aqui que serão escoadas as cargas transportadas pela ferrovia”, explicou. (Marcos Frahm)

ADJ lamenta falecimento do ex-jogador Maneca

É com profundo pesar que a família Associação Desportiva Jequié (ADJ) lamenta o falecimento do ex-jogador da ADJ, Manoel Reis Barbosa, conhecido carinhosamente como “Maneca”. Maneca era um apaixonado pelo futebol e principalmente pela ADJ. Ele também foi ex- jogador da seleção de Jequié campeã em 1969 e um dos primeiros jogadores da ADJ em 1970.

A ADJ se une em orações aos familiares e amigos neste momento de muita dor, saudade e de uma irreparável perda para todos nós. Descanse em paz querido amigo e guerreiro! E que seu legado de luta em prol do esporte seja mantido aceso e seguido.

Forte abraço!

Leur Lomanto Júnior

Fundação José Silveira realiza palestra online sobre estratégias de enfrentamento da pandemia


Estratégias de enfrentamento da pandemia Covid-19 é o tema de mais um webinar realizado pela Fundação José Silveira (FJS), por meio do seu Centro de Pesquisa e Inovação, quarta-feira  (25), às 17:30h. Aspectos como a situação global e no estado, principais avanços, medidas e desafios serão abordados pela palestrante Dra. Ceuci Nunes, médica infectologista e diretora geral do Instituto Couto Maia (ICOM), e terá como facilitador Dr. Eduardo Martins Netto, médico infectologista e coordenador do Centro de Pesquisa e Inovação da FJS. Para participar, é só acessar o link do Zoom https://zoom.us/j/93705156339  (Jequié Repórter)

terça-feira, 24 de novembro de 2020

Maracás deve receber até R$ 2 milhões em investimentos privados, de indústria de café

O município baiano de Maracás deve receber até R$ 2 milhões em investimentos privados, da Vale Bahia Indústria e Comércio de Alimentos, para implantação de uma unidade industrial na região. A empresa será destinada a fabricação de café torrado e moído, leite em pó, milho moído, óleo e tem a previsão de gerar até 60 empregos diretos. A capacidade de produção prevista é de um 1,152 milhões de toneladas por ano. O protocolo de intenções foi assinado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, nessa terça-feira (24).

”De acordo com a Associação Brasileira da Indústria do Café (ABIC), o estado da Bahia é o 4º maior produtor de café do Brasil. Recentemente, o café da agricultura familiar, produzido na Chapada Diamantina, pela Cooperativa de Cafés Especiais e Agropecuária de Piatã (Coopiatã) foi premiado e está entre os cinco melhores do país. A implantação dessa unidade só tem a agregar a economia local e, em consequência, para o estado”, destaca o vice-governador João Leão, titular da SDE.

Segundo o gerente geral da Vale Bahia, Ednaldo Almeida, inicialmente serão gerados 60 novos postos de trabalho, podendo chegar até 120 empregos diretos e mais 50 a 70 indiretos. ”Fazer a torrefação do café na região vai promover o desenvolvimento econômico local. Teremos um produto totalmente baiano, pois vamos adquirir boa parte ou 100% da matéria prima do café dos agricultores daqui. Sendo assim, vamos incentivar a agricultura familiar e regional, teremos preço competitivo e um produto de qualidade para o consumidor. O industrial da Vale Bahia vai aquecer diretamente a agricultura familiar. Também temos a intenção de implantar uma usina de açúcar refinado na região”, diz. (Marcos Frahm)

Campanha Natal sem Fome: A solidariedade não tem idade…

Jornalista Ari Moura fez questão de receber de Vó Julia de 93 anos de idade, a sua doação. (Foto Agência AM),


A campanha Natal Sem Fome em Jequié que chega aos 21 anos de realização por um grupo de entidades, órgãos e voluntários. Contagia as pessoa e mostra o lado humano e solidário, sem limite de idade, é registrado todos os anos a boa vontade de uma senhora de 93 anos de idade conhecida por todos como Vó Julia residente na rua Argemiro Melo no bairro do Joaquim Romão. No domingo (22.11.) novamente lá estava ela aguardando o jornalista Ari Moura que participa desta campanha desde o inicio, para fazer a entrega de sua doação que sempre é expressiva. Netos de Vó Julia também colaboram com suas doações assim como os vizinhos se tornando uma das ruas em Jequié que ajudam nesta campanha que tem como finalidade formar cestas básicas para serem entregues as famílias pobres de Jequié antes do Natal. A carreata da solidariedade que sai aos domingo por ruas dos bairros, formada pelo Corpo de Bombeiros (8º GBM), A Folha, Jequié FM, Naianne Som, Rotary Club Jequié Cidade Sol, Pax Nacional, grupos Alto Giro e Ação Sobre Rodas. No domingo que passou foi a vez do bairro do Joaquim Romão, já no próximo 29 de novembro será a vez dos bairros: Mandacaru, Itaigara e Km-3. As pessoas podem doar arroz, feijão, farinha, leite em pó, açúcar, café, fubá de milho e óleo, são alimentos não perecíveis, os pedidos para as empresas ajudarem para formar o maior número possível das cestas básicas. (Ari Moura)

ÁGUA DO RIO DAS CONTAS SOBE E INVADE VÁRIAS CASAS EM JEQUIÉ

Água do Rio das Contas sobe e invade várias casas em Jequié. A situação mais complicada na manhã desta terça-feira (24nov20) é observada na Terceira Travessa Argemiro Melo, no bairro Joaquim Romão. O repórter Dell Santos informou no programa Jornal da Manhã com Souza Andrade (Jequié FM 89,7) que alguns moradores haviam deixado suas casas ainda na madrugada e outros já estavam providenciando a retirada de móveis, diante da perspectiva de aumento do nível da água do Rio das Contas. “Pelos menos três casas já foram invadidas pela água do rio e vários outras ameaçadas”, destacou o repórter. Até o momento a Defesa Civil não compareceu ao local. (Souzas Andrade) Fotos: Dell Santos – Blog jequieeregiao.com.br  



Atletas de canoagem de Itacaré e Ubaitaba conquistam medalhas em Campeonato Brasileiro

Foto: Divulgação

Com a conquista de 15 medalhas de ouro, cinco de prata e quatro de bronze, atletas de canoagem de Itacaré e Ubaitaba, municípos da região Sul da Bahia, fizeram bonito nas águas do Rio Paraguai. Região situada no paradisíaco pantanal sul-mato-grossense, eles participaram, neste final de semana, da 28ª edição do Campeonato Brasileiro de Canoagem Maratona, em Corumbá.

Foto: Divulgação

Ao todo, 15 atletas baianos marcaram presença na competição, sendo 13 de Itacaré, que viajaram com apoio da Prefeitura do município, e dois de Ubaitaba, que garantiram participação com apoio do transporte assegurado pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte.

Os garotos de Itacaré, que conquistaram ao todo 22 medalhas, integram o projeto Remando no Rio de Contas, mantido pelo Governo da Bahia, por meio da Sudesb, onde também se encontra em funcionamento, desde julho de 2018, o primeiro Centro de Canoagem construído pelo Governo do Estado.(Giro Ipiaú)