domingo, 20 de janeiro de 2019

Jequié começa com vitória no baiano


adj

Debaixo de forte calor e em uma partida fraca tecnicamente, o Jequié começou bem a temporada de 2019. Em seus domínios, no Estádio Waldomiro Borges derrotou o Jacobina pelo placara de 1 x 0, gol de Gustavo, aos 2 minutos do segundo tempo. Com o resultado, a equipe se igualou ao Bahia de Feira e ocupa a segunda posição do estadual. O ADJ conquistou três pontos com: Douglas Palagi, Nem, Alisson, Everton (expulso), Jorge, Buiú (João Neto), Douglas Camilo (Moisés), Marcelo Silva, Marcelinho, Pablo e Caio (Gustavo). Público pagante 1060 torcedores, para uma renda de R$ 29.310,00. Na próxima rodada, o Jequié vai até Alagoinhas para enfrentar o Atlético na próxima quarta-feira (23), enquanto o Jacobina enfrenta o Vitória no domingo (27). (Marcos Cangussu)

sábado, 19 de janeiro de 2019

Fedor de Zezinho

                                           Charles Meira
Zezinho dos Laços e sua esposa Francisca Augusta.
No início do mês de agosto do ano de 1944, no arraial de Porto Alegre, na época município de Boa Nova, o dia amanheceu com o tempo muito bom. Poucos estabelecimentos comerciais existentes no local ficavam no centro do povoado. A venda do Sr. Randulfo (apelidado de Duca) era uma delas. O empregado era seu filho Osmar, um jovem de dezenove anos, mas com habilidade, responsabilidade e experiência suficientes para ajudar o seu pai.
Pouco antes das 10h, chegaram três pessoas montadas em belas mulas. Um senhor que aparentava ter seus 50 anos, uma mulher sua esposa e outro homem mais jovem. Estavam trajados com roupas de romeiros, com destino à festa de Bom Jesus da Lapa, que acontece todo ano naquela data.
O senhor de 50 anos cumprimentou Osmar com um bom-dia bastante alegre. Chamou-o de menino e perguntou se no estabelecimento tinha carne de sol e se era boa. A resposta foi afirmativa, contudo estava um pouco ressecada. De onde estava montado, o homem pediu para o jovem trazer a carne para vê-la. Osmar sugeriu que ele descesse da mula e viesse olhar a carne no balcão da venda. O viajante desculpou-se dizendo que não poderia descer porque a mula era brava. Mostrando o morão que ficava em frente à venda, Osmar afirmou ser aquele o local correto para amarrar o animal citado. Mostrando-se nada satisfeito com a resposta dada pelo empregado, o senhor desceu da mula e jogou a rédea por cima da crina do animal.
O romeiro entrou no estabelecimento, verificou a carne, constatou que estava realmente seca, entretanto mandou pesar 2kg e comprou alguns outros alimentos como também tomou uma pinga. Como ficou um troco, ele perguntou a Osmar se sabia pesar o troco em açúcar. O empregado respondeu positivamente e falou: “Cego não bota venda”.
Depois de fazer as compras, o senhor saiu da venda, olhou para o céu e perguntou para Osmar: “Aqui é Porto Alegre?” “Sim, respondeu o Jovem.” O homem continuou perguntando: “Aqui já mataram muita gente?” Osmar disse que era verdade, porém não tinha acontecido no seu tempo, mas a prova estava nas marcas de balas nas portas da venda. Depois de verificar a veracidade do que tinha dito Osmar, o romeiro perguntou novamente: “Aqui ainda existe algum fedor de Zezinho dos Laços?” Depois de ouvir a pergunta do senhor, Osmar saltou o balcão da venda e aproximando-se do homem respondeu afirmativamente e disse que era neto de Zezinho dos Laços. O romeiro ficou todo sem jeito e falou várias vezes: “Muito meu amigo, muito meu amigo, muito meu amigo.” Osmar respondeu ao homem que não acreditava ser ele amigo do seu avo, pois tinha sido muito grosseiro na maneira de se expressar.
O senhor repetiu muito meu amigo outras vezes e depois voltou a perguntar: “De quem você é filho?” Osmar respondeu que era filho de Duca. O homem voltou a pronunciar “muito meu amigo, lembranças para seu Duca,” e rapidamente sem muita conversa montou na mula e saiu do local seguido pelos outros dois viajantes.
          No outro dia, o pai de Osmar chegou de viagem do serviço que fazia de retirada de minério na região das Pombas, que ficava do outro lado do rio de Contas. Osmar contou para seu Duca o ocorrido o que deixou o velho muito revoltado. A pedido da família ele não concretizou o seu intento que era o de perseguir os romeiros.                       

Guia do Campeonato Baiano 2019: Conheça destaques e expectativas dos 10 participantes


Guia do Campeonato Baiano 2019: Conheça destaques e expectativas dos 10 participantes
Arte: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias
O segundo estadual mais antigo do país estreia neste sábado (19). A partida isolada entre Bahia de Feira e Jacuipense, na Arena Cajueiro, abre a 115ª edição do Campeonato Baiano. O Bahia busca o bicampeonato, enquanto o Vitória tenta se reestruturar após o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. Os dois principais clubes do estado utilizarão a competição para dar rodagem aos atletas do sub-23, assim como aumentar o tempo de preparação e descanso do elenco principal. Já os clubes do interior sonham em garantir vaga nas competições nacionais pelo certame.
Por isso, o Bahia Notícias fez uma relação com as informações mais importantes dos dez clubes que integram a competição.

CONFIRA A 1ª RODADA:
A 1ª das nove rodadas do Baianão começa neste fim de semana| Arte: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias 

Atlético de Alagoinhas

De volta à elite do futebol baiano, o Atlético de Alagoinhas tem metas ousadas para esta edição do Baianão. O Carcará não quer seguir o manual de pensar apenas em se manter na Série A. Ao contrário, a equipe de Alagoinhas mira ficar entre os quatro primeiros colocados e ainda sonha em disputar o título. Esta é a ideia do técnico Arnaldo Lira.
"O time não é para se manter, não! O time é para ficar entre os quatro e depois brigar por uma vaga na final", declarou à reportagem do Bahia Notícias. "Não é aquele time velho que se via aqui no futebol baiano, porque eu não gosto disso. Gosto de mesclar experiência com juventude. É um time diferente. Se tudo correr bem e se encaixar bem, a gente tem condições de chegar entre os quatro ali e brigar, porque estou acostumado a chegar mesmo", completou.
Arnaldo Lira foi campeão estadual em 2011 dirigindo o Bahia de Feira. O Tremendão desbancou o poderoso Vitória na decisão e levantou a taça. Além do treinador, outro personagem importante daquele elenco também está no Atlético neste ano, que é o atacante João Neto. Naquele ano, ele marcou oito gols e depois da conquista foi contratado pelo Bahia. A confiança do comandante do Atlético não é à toa. No último dia 8, o time bateu o sub-23 do Vitória em jogo-treino disputado no Barradão.
"Eu joguei lá contra o Vitória e ganhei de 1 a 0 do sub-23. E eu ainda não estava com os três reforços que chegaram. O meia Patrick, de 23 anos, que vem do Montenegro, muito inteligente, habilidoso; eu não estava com Gabriel, de 22 anos, que veio do Figueirense; e nem com Alessandro, centroavante de 21 anos, que estava em Santa Catarina", pontuou.
Apesar de depositar uma boa dose de confiança, Arnaldo Lira ponderou sobre a tabela do Atlético no Baiano. Como na primeira fase a disputa é apenas em jogos de ida, o Carcará entrará em campo mais vezes como visitante do que como mandante.
"A tabela não foi boa, pegamos cinco jogos fora de casa e quatro em casa. A estreia é fora de casa contra a Juazeirense, mas o time é muito bom, o time é muito forte. Temos jogadores jovens, talentosos e que não tenho nenhuma dúvida de que Bahia e Vitória vão ficar interessados, porque são jogadores diferenciados", destacou.

Destaque: João Neto (atacante)

Time-base: Rodrigo Ramos; Edcarlos, Iran, Alysson, Raldnei; Hércules, Leandro Sobral e Patrick (Gabriel Jordan); Rafael Granja, João Neto e Alessandro. Técnico: Arnaldo Lira.

Campeão pelo Bahia de Feira em 2011, João Neto quer trazer o título para Alagoinhas | Foto: Gabriel Rios / Bahia Notícias

O Atlético de Alagoinhas estreia neste domingo (20), às 16h contra a Juazeirense, no Adauto Moraes, em Juazeiro.

Bahia de Feira

O Bahia de Feira tenta superar a boa campanha do Baianão de 2018, quando foi eliminado pelo Vitória na semifinal. Na atual edição, o Tremendão terá a Arena Cajueiro como grande trunfo. A grama sintética do novo palco pode ajudar os comandados de Quintino Barbosa a chegar longe na competição.
O Tremendão jogará em sua nova casa a partir deste Baianão | Foto: Ascom / Bahia de Feira

“O fato de jogar na Arena Cajueiro cria expectativa, já que é o melhor gramado do Nordeste. Todos que vierem jogar aqui ficarão admirados. É diferente, é mais rápido e já estamos adaptados. Não ganha jogo, mas nos dá uma tranquilidade para fazer bons jogos”, analisou Barbosa em entrevista ao Bahia Notícias. 
O treinador também elogiou a pré-temporada feita pelo elenco e comentou a expectativa do clube no certame estadual: “Fizemos uma pré-temporada boa. Foram 11 jogos-treino, com oito vitórias, duas derrotas e um empate. Foi um saldo muito positivo. A expectativa é fazer um campeonato muito regular, temos um time competitivo. Que possamos brigar pela classificação e em seguida brigar pelo título”.

Destaque: Jair (goleiro)

Time-base: Jair; Dionísio, Bruno, Menezes, Elenílson; Edimar, Mineiro, Vitinho, Bruninho e Hebinho; Jarbas. Técnico: Quintino Barbosa.
Campeão em 2011, Jair tenta repetir o feito no Tremendão | Foto: Divulgação

O Bahia de Feira recebe o Jacuipense na estreia do Baiano 2019. A partida está marcada para este sábado (19), na Arena Cajueiro, às 16h.

Bahia

Atual campeão, o Bahia busca o bicampeonato da competição. Por ter sofrido com o excesso de jogos em 2018 e o pouco tempo de preparação para a temporada, o planejamento do Esquadrão é rodar o elenco e utilizar atletas do sub-23 em boa parte do certame estadual. No entanto, o elenco principal também deve aparecer durante a disputa. O técnico Cláudio Prates será encarregado de treinar a equipe B do Tricolor de Aço. Além dos jovens da base, o 2º time do Bahia será formado por jogadores já conhecidos como Marco Antônio, Junior Brumado e Ignácio. Assim como Matheus Silva e Iago, recém-contratados.
Ainda assim, Prates confia no potencial da equipe e vê o Bahia forte buscando seu 48º título estadual: “Sabemos que esses meninos têm potencial. E agora é hora de mostrar. Esse clube gigante vai estar defendendo o título”.
“Eu credito muito isso a trabalho conjunto. Eles já vêm da base, sub-23. Alguns atletas que estão chegando agora podem sentir um pouco. No decorrer as coisas vão se encaixando, principalmente pela vontade deles”, completou o treinador.

Destaque: Ramires (meia)

Time-base: (Equipe A) - Douglas; Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca e Paulinho; Gregore e Elton; Elber, Guilherme e Artur; Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.
(Equipe B) – Fernando; Matheus Silva, Ignácio, Everson e Van Van;Luis Fernando e Lepu; Marco Antônio, Felipinho e Iago; Junior Brumado. Técnico: Cláudio Prates.

Revelação Tricolor, Ramires é o destaque do Esquadrão | Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

O Bahia pega o Flu de Feira na estreia do Baianão. A partida acontece no Joia da Princesa, neste domingo (20), às 16h.
Fluminense de Feira
O Touro do Sertão bateu na trave na última edição e acabou não avançando para a fase final. Agora, o time mira ficar entre os primeiros colocados e conseguir a vaga para a Copa do Brasil. Durante a pré-temporada, acabou tendo que trocar de técnico, após o treinador Evandro Guimarães sair e acertar com um time do exterior. Nada que abale a confiança do presidente Zé Chico, que confia no trabalho de Chiquinho Lima, novo comandante.
“Começamos a pré-temporada em 4 de dezembro no intuito de ter 45 dias, isso finaliza no dia 19. Começamos bem, com quase todos os atletas contratados. Houve infelizmente a saída da comissão técnica, mas imediatamente conseguimos contratar o Chiquinho. Cada treinador tem os seus métodos, mas como foi feito 20 dias antes da competição, deu para implementar uma nova metodologia”, afirmou Zé Chico.
Logo na estreia da competição, o Touro terá o Bahia no Joia da Princesa. Um desafio positivo para o mandatário Tricolor na briga por uma vaga na Copa do Brasil e, quem sabe, pelo título do Baianão.
“O time está praticamente pronto. Será um bom começo para o Fluminense. O Bahia é um time muito bom e o Flu tem a expectativa de estrear bem. Esperamos classificar entre os quatro e poder ter a condição de conseguir uma vaga na Copa do Brasil. Vamos pensar por etapas, mas vamos buscar estar entre os quatro. Para, quem sabe, disputar uma final, pois tem muito tempo que o Touro não participa”, finalizou.

Destaque: Reinaldo Alagoano (atacante)

Time-base: Léo Paredão; Edson, Cristiano Alagoano, Marcelo e Chico Bala; Rodolpho, Mourelândia, Diego Aragão e Jussimar; Vitinho e Reinaldo Alagoano. Técnico: Chiquinho Lima.
Reinaldo Alagoano será o 'homem gol' do Touro do Sertão em 2019 | Foto: Divulgação 

Jacobina

Indo para o 5º ano seguido na elite do futebol baiano, o Jacobina chega confiante para a disputa do Baianão. Após a patrocinadora Dular Alimentos investir na estrutura e no elenco do Jegue da Chapada, o presidente Rafael Damasceno elogiou a parceria e cravou o objetivo do clube no certame estadual: conseguir uma vaga na Copa do Brasil.  
“Fechamos a parceria em agosto. Já era patrocinadora há quatro anos e agora virou investidora. Montamos elenco e comissão para conseguir vaga em uma competição nacional. É a melhor estrutura que montamos até hoje. Tudo dentro do orçamento e do planejamento. Todas as condições de trabalho da melhor qualidade possível”, explicou Damasceno em entrevista ao Bahia Notícias.
O técnico Paulo Sales reforçou o objetivo. O treinador exaltou a pré-temporada feita pelo elenco, que não perdeu nenhum amistoso, e comentou a expectativa para a estreia diante do Jequié.
“Fizemos alguns amistosos contra equipes que vão disputar o baiano e também com times amadores. A expectativa é a melhor possível. Esperamos fazer um grande campeonato e tentar estar entre os quatro primeiros”, afirmou Sales.

Destaque: Jeam (atacante)

Time-base: João Paulo; Flávio, Edy, Helbert, Isaak; Ninho, Guga, Tiago, Carnaíba; Jeam, Matheus Souza, Pretinho. Técnico: Paulo Sales. 

Ex-Bahia, Jeam é a esperança de gols do Jegue da Chapada | Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia 

Jacuipense

O clube de Riachão do Jacuípe aposta no equilíbrio do elenco para fazer um grande Campeonato Baiano. Buscando formar jogadores para o futebol nacional, o Leão do Sisal trouxe nomes experientes para mesclar o elenco e ajudar a maturar os atletas da base. A manutenção do volante Uelinton, o retorno de Danilo Rios e a contratação do atacante Marcelo Nicácio fazem parte do projeto de Gegê, novo presidente, e Felipe Sales, que se tornou mandatário do conselho deliberativo.
“Experiência nova. Sempre acompanhei o Jacuipense, é um grande trabalho desenvolvido pelo Felipe e o Luciano Cortizo [gestor da base]. Juntando a garotada da base e essa experiência de grandes jogadores que foram trazidos, me anima muito. Faremos um grande campeonato baiano brigando nas cabeças”, afirmou o empresário Gegê em entrevista ao Bahia Notícias.
Já o treinador Jonilson Veloso crê em uma boa campanha do Jacuipense. Para ele, iniciar a pré-temporada antes dos concorrentes poderá ser decisivo ao longo da competição.
“Nossas pretensões, apesar de sabermos que é um campeonato difícil, é chegar entre os quatro e beliscar uma final. Começamos a preparação em meados de novembro, com isso a gente sai na frente em relação às outras equipes, mas não quer dizer muita coisa. Estamos preparados para conseguir a classificação”, destacou o técnico.

Destaque: Danilo Rios (meia)

Time-base: Marcelo; Paulinho, Lidio, Matheus, Mauri; Uelinton, Daniel Alves, Pantico, Danilo Rios; Weslei e Matheus Pinho. Técnico: Jonílson Veloso.

O experiente meia está de volta e é o destaque do Leão do Sisal | Foto: Divulgação 

Jequié

Após conquistar o título da Série B do Baiano em 2017, o Jequié começou surpreendendo a elite no início do ano passado. Porém, o time trocou de técnico e perdeu o fôlego, terminando a competição na sétima colocação com dez pontos. Para 2019, o Jipão renovou com o técnico Carlos Rabello, que havia substituído Eduardo Bahia.
Para o novo ano, o Jequié manteve apenas o meio-campista Robert, enquanto o restante do elenco foi todo contratado. De acordo com Rabello, o Jipão entra na competição mirando na classificação.
"Estamos fazendo a preparação para brigar entre os quatro, para buscar uma das vagas. Nós entendemos também que Bahia e Vitória, mesmo disputando alguns jogos ou o início do Baiano com o sub-23, são os times favoritos para já segurar uma dessas quatro vagas, enquanto os outros times brigariam aí pelas duas vagas restantes. E o Jequié vai brigar por isso e estar entre os quatro", analisou em entrevista ao Bahia Notícias.
"Esperamos fazer um grande campeonato. O grupo está bastante comprometido e focado, a diretoria está dando apoio total à gente. Estamos trabalhando para buscar o melhor resultado dentro de campo e com certeza vamos fazer um bom trabalho e fazer uma boa competição", completou.

Destaque: Pablo (atacante)

Time-base: Enéias; Nem, João Victor, Everton e Mateus; Moisés, Buiú, Marcelinho e Robert; Pablo e Gustavo. Técnico: Carlos Rabello.

Pablo é o destaque do Jipão | Foto: Divulgação 

Neste domingo, às 16h, o Jequié recebe a visita do Jacobina, no Waldomirão.

Juazeirense

Após o rebaixamento para a Série D do Campeonato Brasileiro e a indecisão sobre a saída de Roberto Carlos da presidência do clube, a Juazeirense chega para reafirmar a imagem de 3ª força do estado. Com a manutenção do deputado do PDT, o elenco foi renovado e, diferente das outras temporadas, foram trazidos atletas mais jovens. Aroldo Moreira foi contratado para comandar essa reformulação. O ex-treinador do sub-20 do Bahia comentou a expectativa para a campanha do Cancão de Fogo no certame estadual.
“É a melhor possível. Esperamos fazer um grande ano. Fui contratado para trazer alguns jovens valores, mas nossa pré-temporada serviu para colocar nossa metodologia e também para analisar o elenco. O que acabou nos prejudicando, já que mudamos muito. O time só dará liga durante a competição. De qualquer forma, trouxemos atletas jovens como Jacó, Hugo Freitas. Na Juazeirense também tem alguns valores, como o Marquinhos... Trouxemos outros de fora do estado, mas chegaram recentemente”, analisou o novo treinador do clube.
Apesar das dificuldades de entrosamento, Aroldo reforça o objetivo de seguir como 3ª força do futebol baiano: “Vamos continuar sendo a 3ª força mesmo sabendo das dificuldades. A Juazeirense diminuiu bastante seu potencial financeiro, mas esperamos fazer um grande campeonato e chegar às finais. O entrosamento é importante. O ideal é que a maioria dos jogadores estivesse desde o início da pré-temporada, mas temos que ir jogo a jogo. Esperamos que os reforços cheguem para que a gente faça uma equipe competitiva”, avaliou.
"Os reforços são sempre importantes, mas tem que ser pontual. Quanto a equipe, ainda não tenho, pois é um inicio de trabalho", concluiu.

Destaque: Nino Guerreiro (atacante)

Time-base: Bruno; Ewerton, Emílio, Nildo e William; Maicon, Patrick, Kattê e Bismarck; Jean Carlos e Nino Guerreiro. Técnico: Aroldo Moreira.

Nino Guerreiro está de volta à Juazeirense | Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias 

 Vitória

Com a queda para a Série B do Brasileiro, o Vitória agravou os problemas financeiros e precisou construir um elenco reduzido neste início de temporada. Para aumentar a preparação do elenco principal, o Leão aposta na equipe sub-23, que foi semifinalista do Brasileirão de Aspirantes em 2018. Comandados por João Burse, os jovens da base Rubro-Negra querem aproveitar a chance para integrar de vez o time treinado por Marcelo Chamusca.
João Burse, inclusive, diz que o planejamento tem sido feito jogo a jogo. Após o empate diante do CSA, fora de casa, pela 1ª rodada da Copa do Nordeste, o treinador comentou a expectativa para a estreia no certame estadual.
“Ainda não sabemos quais jogos faremos do Campeonato Baiano. Vamos sentar ainda para planejar. O próprio Marcelo disse que será jogo a jogo. A expectativa de todos é a melhor possível. Fizemos um bom jogo contra o CSA e estamos todos à disposição para quando o Marcelo chamar”, afirmou Burse.
Apesar da oportunidade, muitos garotos já atuaram pelo principal e agora buscam se firmar, casos de Caíque, Bruno Bispo, Cedric, Nickson, Jhemerson, Luan Silva e Eron.

Destaque: Luan Silva (atacante)

Time-base: (Principal) - João Gabriel; Jeferson, Edcarlos, Ramon e  Marcelo Benítez; Leandro Vilela, Wesley Dias e Ruy; Andrigo, Erick e Léo Ceará. Técnico: Marcelo Chamusca.
(sub-23) - Caíque; Cedric, Gabriel Silva, Bruno Bispo e Mateus Rodrigues; Hebert, Jhemerson e Nickson; Luan Ferreira, Luan Silva e Eron. Técnico: João Burse.

O Vitória aposta no talento de Luan para a temporada | Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias 

O Vitória vai estrear apenas na próxima quinta-feira (24). O time recebe o xará de Conquista, no Barradão, às 20h30.

Vitória da Conquista

Diferente dos outros anos, o Vitória da Conquista chega sem fazer grandes contratações. Se em 2018 o Bode apostou em jogadores reconhecidos no futebol nacional, desta vez, com um poder de investimento menor, garimpou atletas do Intermunicipal. “Desde 2007 estamos na elite e somos a equipe que mais chegou às semifinais. Tirando essa campanha de 2018, nossa pior colocação foi um 5º lugar. Então temos que nos basear nessa força da torcida, da camisa e da marca, para tentar surpreender na competição”, destacou Ederlane Amorim, presidente da agremiação.
O dirigente reconhece que outros times do interior estão à frente em termos de investimento, mas salienta que dentro de campo a história pode ser diferente.
“Entraremos sem favoritismo como em outros anos. Atualmente recai para o Fluminense, o Bahia de Feira, Juazeirense, Jacobina e a ADJ... Mas vamos tentar brigar de igual para igual com os clubes do interior. Dentro de campo sabemos que são 11 contra 11 e a história muda. Tivemos esse exemplo em 2017, quando também tivemos um investimento menor e chegamos às semifinais. Já em 2018 montamos um grande time, com jogadores reconhecidos e quase caímos. Dependerá do foco e da vontade dos nossos atletas”, analisou.
Ainda assim, Ederlane se mantém confiante e afirma que o time vai brigar pelo título da competição. O dirigente também lamentou o fato de jogar mais vezes longe dos seus domínios. Nas nove rodadas, o Bode atuará fora em cinco oportunidades.
“Temos o foco de sermos campeões. Queremos chegar lá, mas temos que ter a dimensão do que queremos. Os favoritos serão sempre Bahia e Vitória. Os times do interior vão brigar pelas posições no G-4. A tabela foi ruim para a gente, pois além de fazer cinco jogos fora, teremos duas partidas logo de entrada contra Vitória e Bahia de Feira”, explicou.
O Bode trouxe Everton Goiano, após a saída de Guilhermino Lima. Após a fraca participação na Copa São Paulo de Futebol Júnior, Ederlane mantém a esperança na base do clube, que foi 3ª colocada no Baiano sub-20 em 2018.
“Tínhamos a expectativa muito grande na Copinha pelo elenco formado, até pelo nosso bom desempenho em 2018, onde ficamos em 3º no Baiano Sub-20, atrás apenas da dupla Ba-Vi. Tivemos algumas gratas surpresas, como o goleiro Geovane, que será nosso goleiro titular no Baianão”, concluiu.

Destaque: Geovane (goleiro)

Time-base: Geovane; Pedro, Val, Sílvio e Gabriel Lima; Fábio Buru (Luiz Henrique), Arthur Caculé, Brito e Jhones Cardoso; Tatu e Gustavo. Técnico: Everton Goiano.  (Bahia Notícias)

Vindo do Intermunicipal, Geovane fez boa Copa São Paulo pelo Bodinho | Foto: Luciana Flores 

VESTIBULAR 2019 MOVIMENTA JEQUIÉ NESTE FIM DE SEMANA

Resultado de imagem para uesb jequié


As provas do Vestibular 2019 da Uesb – Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – serão aplicadas no domingo e na segunda-feira, dias 20 e 21 de janeiro, nas cidades de Itapetinga, Jequié e Vitória da Conquista. Os portões serão abertos às 7h10min e fechados às 7h50min. No domingo, o candidato terá 4h30min para responder questões de Língua Portuguesa, Literatura Brasileira, Língua Estrangeira e Matemática, bem como elaborar a Redação e na segunda-feira, será concedido um tempo de 4 horas para realização das questões de Ciências Humanas (História, Geografia e Conhecimentos Contemporâneos) e Ciências da Natureza (Física, Química e Biologia). De acordo com a Instituição, o candidato deve ficar atento, pois para ingressar na sala, o vestibulando deverá apresentar a Carteira de Identidade original recente ou equivalente. É importante que o documento esteja em perfeitas condições, permitindo a identificação do candidato com clareza. Durante a aplicação da prova, não é permitido portar nem manusear qualquer aparelho eletrônico, como relógio, pager, bipe, telefone celular (mesmo desligado), walkman, diskman, gravador, laptop, máquina de calcular, agenda eletrônica, notebook, palmtop, receptor, máquina fotográfica, controle de alarme de carro. Outra restrição é referente ao uso de óculos escuros ou quaisquer acessórios de chapelaria, tais como chapéu, boné, gorro, lenço ou objeto que cubra os cabelos. Outros detalhes do processo seletivo podem ser conferidos no Manual do Candidato. Em caso de dúvidas, entre em contato com a Comissão Permanente de Vestibular pelo e-mail vestibular@uesb.edu.br pelo telefone (77) 3424-8757 ou consulte um fiscal no local de provas. (Jequié e Região)

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

19º Batalhão implantará Centro de Equoterapia em Jequié

O 19º Batalhão contará com os serviços de Equoterapia, para o atendimento de crianças com necessidades especiais, a partir do mês de fevereiro, em parceria com o Sindicato Rural de Jequié. Essa foi uma iniciativa do Comandante Geral da Polícia Militar da Bahia, o qual já expandiu esses serviços para outras cidades do interior, a citar Feira de Santana, Itabuna, Teixeira de Freitas e Santo Antônio de Jesus. A equoterapia é um método que insere o cavalo em atividades terapêuticas e educacionais do ser humano. Policias militares do Batalhão já estão recebendo treinamento especializado para integrarem a equipe que será composta por médico, fisioterapeuta, enfermeiro, psicólogo e terá o apoio de toda a Unidade Básica de Saúde – UBS, da Unidade. Policiais pertencentes ao Centro de Equoterapia de Santo Antônio de Jesus virão para Jequié promover um curso ao efetivo antes da inauguração do projeto.Já está sendo providenciado todo o material necessário para o desenvolvimento dessa nova atividade que oferecerá ao público alvo, gratuitamente, os serviços de segunda à sexta. FONTE: 19° BPM/ NESTCOM (Jequié Repórter)

Atleta Jaguaquarense brilha na corrida Sagrada de Salvador



O Atleta Jaguaquarense Adalberto de Jesus Santos, 34 anos conquistou a 11ª colocação geral e 1º lugar na sua faixa etária com o tempo de 23min e 36 seg. no percurso de 6.800 Km, nesta ultima quinta-feira (17), na corrida Sagrada, em Salvador (BA). No dia 1º de janeiro ele participou da maratona Pinta Roxa em Ibirapitanga conquistando o 3º lugar nos 800 metros rasos e 2º lugar nos 100 metros rasos e na prova de 14 km conquistou o 6º lugar geral. Dal comemorou os resultados e agradeceu aos apoiadores: Academia Sport Fitness; Paratodos UBJ; Arena Esportiva; Darlan Motos; Loyolas Modas; Salão Nunes, Edione Agostinone e Blog Marcos Cangussu. (Marcos Cangussu)

Estudante da rede estadual lança mostra fotográfica no Sesc de Jequié

‘Origens: lembranças e Memórias’, mostra fotográfica assinada por Romário Nascimento, 27 anos, recém-formado na primeira turma do Curso Técnico de Processos Fotográficos do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Régis Pacheco, em Jequié, está em cartaz no SESC da cidade até 28 de fevereiro, sempre de terça a domingo, das 9h às 16h, com entrada franca. A Mostra figura como Trabalho de Conclusão de Curso e revela o aprendizado do jovem, que pegou gosto pelo ramo e pretende se especializar ainda mais. Toda em preto e branco, a exposição traz, em 15 imagens, o olhar de Romário sobre sua própria história. Para o trabalho que garantiu sua certificação como técnico em fotografia, ele capturou em suas lentes paisagens e detalhes de sua terra natal, na comunidade Lagoa da Pedra, em Manoel Vitorino, no sertão baiano. Ele não esconde a animação com o novo ofício. “Esta é uma grande oportunidade. Após a conclusão do curso, já consigo complementar a renda familiar. Com o que aprendi, tenho uma nova visão do mundo e da fotografia. Nunca imaginei que faria uma exposição. Hoje, já penso em me especializar para fazer outras e conquistar novos espaços no mercado de trabalho”.
A fala de Romário encontra eco no relato do professor Marcelo Frances. Ele explica que, além do conhecimento técnico, o curso permitiu aos alunos o desenvolvimento do olhar e do processo criativo. Frances destaca, também, a importância de levar para longe dos grandes centros cursos técnicos como o de fotografia e outros ligados à arte e comunicação. “Além da parte teórica e prática, focamos muito em ética e responsabilidade profissional com aprendizados para a vida. O mercado está em alta e a formação faz a diferença”, diz. Elem Pitombo, Técnica Cultural do SESC Jequié, diz que os artistas locais possuem um trabalho artístico diferenciado. “O Sesc está atento a essa produção e busca, por meio de seus projetos culturais, levar ao conhecimento do nosso público alvo – o comerciário e seus dependentes – as obras desses artistas”. (Jequié Repórter)

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Jequié Baleado Clube resgata prática do esporte no município.

Jequié Baleado Clube resgata prática do esporte no município.
O grupo Garotas da Bola - Jequié Baleado Clube, surgiu em novembro de 2018, a partir de um projeto idealizado para reunir algumas amigas para momentos de lazer e entretenimento. Com a expansão dos comentários, o grupo foi crescendo, unindo amigas e as amigas das amigas, formando um belo grupo de meninas com faixa etária de 15 à 55 anos.
Relatos revelam que o baleado mudou a vida de pessoas que estavam depressivas, deu ânimo a muitas que sentiam-se desestimuladas. Enfim, essa modalidade esportiva tem feito bem, física, emocional e psicologicamente a todas as praticantes.
Em Salvador existe a Federação Baiana de Baleado,  da qual a  presidente é Larissa Lomanto, e foi conhecendo o belo trabalho que elas fazem lá, a líder do grupo em Jequié, Jackeline Lomanto, teve a ideia de trazer para nossa cidade. "Dia 13/01/19 fizemos um jogo amistoso em Lagedo do Tabocal, que já possui três equipes formadas e que já incluiu a modalidade do baleado na grade escolar da cidade". Disse, Jackeline, ao Jequié News. 
Com treinos realizados de segunda à sábado, e  sem ter uma quadra fixa, estes são intercalados entre UESB, CEEP, Colégio Polivalente, Colégio Luiz Viana e Quadra da Vavá Lomanto.
"Encontramos muitas dificuldades  em nosso caminho, mas não desistiremos, uma vez que tem sido uma experiência maravilhosa resgatar essa prática de esporte, que há muito não se via, nem ouvia falar, que tem mudado as nossas vidas. No caminho também encontramos pessoas que nos incentivam bastante, agradecemos a cada uma delas". Asseverou!
Já tem circuito de Baleado marcado para acontecer no mês março, que envolverá as cidades de Jequié, Ituberá, Lagedo do Tabocal e Ibirataia, está última sediará o evento. 
"Deixo meu contato à disposição para quem tiver interesse em entrar para nosso grupo (73) 98825-3524. Receberemos novas garotas  com muita satisfação. E ainda, incentivamos os meninos, para que também façam um grupo, porque baleado também é esporte de meninos...  E, aos empresários e à quem tenha interesse em nos ajudar, ficaremos muito gratas". Concluiu, Jackeline. (Jequié News)

Antonio Brito comenta a possibilidade de ser o nome do PSD para a prefeitura de Salvador em 2020

Deputado Antonio Brito ao lado de Alexandre Iossef coordenador da Santa Casa de Jequié, presentes no cortejo
Durante o Cortejo da Lavagem do Bomfim, na manhã desta quinta-feira (17), em Salvador, o deputado federal Antonio Brito (PSD), voltou a afirmar que o seu compromisso no Congresso nesse novo mandato que se inicia exige muita movimentação em torno das dificuldades das Santas Casas sendo esta a pauta principal. Brito foi mais uma vez questionado sobre a possibilidade de figurar como nome do partido para disputar a prefeitura de Salvador em  2020. “Estarei me reunindo com o presidente estadual do PSD, senador Otto Alencar e com o governador Rui Costa para debater sobre esse tema. A possibilidade, no entanto, não foi descartada. “Até lá vamos conversar”, acrescentou.
Perguntado acerca do município de Jequié, onde o deputado tem residência e domicílio eleitoral, ele disse que, “De fato, eu tenho declarado, declarei recentemente que o PSD terá candidatura em Jequié por uma força até de impulsionamento do partido no estado e, evidente, que os nomes lá estão sendo colocados”,  afirmou.
Sobre o início do governo federal disse aguardar com expectativa as medidas econômicas que serão enviadas ao Congresso. “Em especial as reformas. Então avalio que o primeiro semestre será muito importante para o país e precisa ser avaliado, acompanhado de perto. Essa questão do porte de arma, por exemplo, vi com certa preocupação. Deveria ter ido primeiro ao Congresso para que o Congresso opinasse, mas vamos aguardar”, opinou. Com informações do BNews (Jequié Repórter)

Atleta jequieense é aprovado nas categorias de base da Juazeirense

O lateral esquerdo Walace, de 16 anos, da Escola de Futebol do Bahia, foi aprovado nas categorias de base da Juazeirense. O resultado da avaliação saiu na noite desta quarta (16). Walace estava em processo de avaliação há 15 dias, e atuou pela ADJ, no campeonato Baiano Sub-17, em 2018. Recentemente disputou a Copa Níquel em Itagibá, pela Escola do Bahia, e foi selecionado pela comissão técnica da Juazeirense, que também estava disputando a Copinha. Os goleiros Diego e Yan Henrique, ambos da Escola do Bahia, também estão em processo de avaliação no clube. Outros alunos também serão avaliados pela Juazeirense, que tem a sua sede e seu CT em Mataripe, Região Metropolitana de Salvador. Informações de Darlan Machado (Solar Espostes)

Abertas as inscrições para 10 mil vagas em cursos técnicos gratuitos na Bahia



A Secretaria da Educação do Estado abriu, nesta quarta-feira (16), as inscrições do processo seletivo para 10 mil vagas de cursos técnicos para quem já concluiu o Ensino Médio. As vagas são para os Centros Estaduais e Centros Territoriais de Educação Profissional, além de unidades compartilhadas, na capital e em mais 82 municípios da Bahia. Só na capital baiana são 2,7  mil vagas. As inscrições deverão ser feitas até o dia 21 de janeiro, exclusivamente, pelo Portal da Educação. As vagas para 42 cursos técnicos de nível médio são direcionadas para quem já concluiu o Ensino Médio e suas modalidades de forma gratuita, seja na rede pública de ensino, no âmbito federal, estadual ou municipal, ou tenha, comprovadamente, cursado em instituição filantrópica ou em instituição privada na condição de bolsista.

Entre os cursos ofertados estão: técnico em Administração, Segurança do Trabalho, Logística, Meio Ambiente, Agroecologia, Agronegócios,  Enfermagem, Nutrição e Dietética, Análises Clínicas, Cozinha,  Alimentos,  Saúde  Bucal,  Edificações, Informática,  Eletromecânica, Paisagismo, Dança,  Recursos Humanos e  técnico Guia de Turismo. No ato da inscrição, o candidato deverá fazer a opção para um único município, unidade escolar, o curso e po turno. Ao inscrever-se, o candidato informará o número do seu Cadastro de Pessoa Física (CPF) e criará uma senha, que dará origem a um login para trânsito no link do sistema, inclusive para modificar as informações ou cancelar a sua inscrição. No ato da inscrição, o candidato deverá fazer a opção para um único município, unidade escolar, o curso e o turno. (Giro em Ipiaú)


DIEGO SANTOS TEM INTENSOS DIAS DE TREINAMENTOS VISANDO O GRAN PRIX DE TEL AVIV

Intensos dias de treinamentos. Esta é a rotina de Diego Santos, atleta da Seleção Brasileira de Judô, no início deste ano, visando à temporada 2019, cujo calendário reserva várias competições nacionais e internacionais. As atividades vêm sendo desenvolvidas no Centro de Treinamento de Jequié, contando com a participação de Edvaldo Nascimento Luiz, o Mestre Serrinha. Várias judocas participaram da preparação a partir da iniciativa do Projeto Judô Ação, do qual Diego faz parte. “Mestre Serra está sendo fundamental na minha preparação rumo ao Gran Prix de Tel Aviv/Israel”, revelou Diego que viaja na próxima semana para o primeiro grande desafio internacional do ano da Seleção Brasileira que busca somar pontos no ranking classificatório, objetivando a Olimpíada de Tóquio/Japão em 2020. (Jequié e região)

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

40ª Expo Jequié e 17ª Nacional acontece de 27 de abril a 7 de maio

O Sindicato Rural de Jequié-SRJ, já definiu o calendário de realização da 40ª Exposição Agropecuária e Industrial e 17ª Expo Nacional, que acontecerão simultaneamente no período de 27 de abril a 7 de maio deste ano, no Parque de Exposições Luiz Braga. O presidente do SRJ, Ivo Silva Santos, ao comentar a realização do evento, que iniciará a negociação dos espaços aos expositores no próximo dia 20, lamentou o cancelamento da Exposição deste ano em Vitória da Conquista, afirmando que esse fato irá aumentar a responsabilidade do SRJ, que deverá ter uma procura maior de criadores e expositores. Anunciou ainda que no dia 27 de fevereiro, estará acontecendo nas dependências do Parque de Exposições o Circuito de Equiprovas da raça Quarto de Milha, com valiosos prêmios entre os participantes. (Jequié Repórter)

IFBA vai oferecer mais de 1,4 mil vagas em 15 cidades e curso novo em Jequié


ifba

Começam na próxima terça-feira (22) as inscrições para a primeira edição, em 2019, do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), principal via de acesso ao ensino superior nas instituições públicas brasileiras, para estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
As inscrições serão realizadas até o dia 25 deste mês, via site do Sisu. Para se inscrever, é necessário que o candidato tenha feito a prova do Enem 2018 e não zerado a redação. Os estudantes que desejam ingressar no ensino superior do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba) em 2019.1, poderão escolher um dos 38 cursos ofertados.
Os cursos ofertados pelo Ifba estão distribuídos pelos campi de Barreiras, Camaçari, Eunápolis, Feira de Santana, Irecê, Jacobina, Jequié, Lauro de Freitas, Paulo Afonso, Porto Seguro, Salvador, Santo Amaro, Simões Filho, Valença, Vitória da Conquista. São 1.440 vagas.
Os cursos englobam diversas áreas do conhecimento, desde Engenharias a Arquitetura e Urbanismo, passando pelos cursos tecnológicos, o que possibilita ao estudante um maior “leque de opções”. Entre os 38 cursos, há graduações mais antigas e outras que são novas e, portanto, terão suas primeiras turmas, a partir dessa edição do Sisu. Este é o caso de Jogos Digitais, em Lauro de Freitas (50 vagas), e Engenharia Mecânica, no campus Jequié (40 vagas). Marcos Cangussu)

Projeto Ser Livre: uma importante instituição na cura de viciados em álcool e drogas na cidade de Jequié


O Pastor Juscelino Guimarães, presidente do Projeto Ser Livre, foi entrevistado no Sem Limites.
O Sem Limites da última terça-feira (15) recebeu o psicólogo e Pastor Juscelino Guimarães Dos Santos, ele que há mais de 20 anos está a frente do Projeto Ser Livre. O Ser Livre fica localizado no loteamento Chácara Jardim Alvorada e foi criado com a intenção de dar assistência às pessoas ajudando-as a se libertarem do  vício do  álcool e das drogas. O projeto não cobra mensalidade e sobrevive exclusivamente de doações. O Pastor Juscelino explicou que atualmente o Ser Livre pode comportar até 40 internos e que ainda existem vagas. Para a recuperação da pessoa que sofre com o vício nas drogas são oferecidas assistências médica e psicológica, também faz parte do projeto a orientação espiritual e religiosa como auxílio no tratamento. No momento, o projeto apenas trata de viciados do sexo masculino e o tempo médio de duração do tratamento é de 7 meses. (Jequié Repórter) Confira o programa na integra para saber mais informações do Projeto Ser Livre:

Capacidade dos estádios a serem utilizados pelas equipes na disputa da Série A do Baianão 2019


Alberto Oliveira (Jóia da Princesa) é o estádio do interior da Bahia com maior capacidade de pública
Dez estádios de futebol estarão sendo utilizados pelas equipes que disputarão o Campeonato Baiano 2019, que será aberto neste sábado (19), sob organização da Federação Bahiana de Futebol (FBF). Dentre as 10 praças esportivas a de maior capacidade é a Arena Fonte Nova, em Salvador, mando de campo do Bahia, pertencente ao governo estadual, que pode receber um público máximo de 50.018; a segunda maior capacidade de público é a do Estádio Manoel Barradas (Barradão), também em Salvador, que pertence ao Vitória, pode receber público de 34.535 pessoas.
Os outros oito estádios, localizados no interior são pertencentes às respectivas prefeituras municipais. A maior capacidade é a do Alberto Oliveira (Jóia da Princesa), onde joga o Fluminense de Feira de Santana, para público de 16.274 torcedores; o Lomanto Júnior (Lomantão) em Vitória da Conquista, tem capacidade para 11.538 torcedores; o Antonio Carneiro (Carneirão), onde volta a jogar este ano o Atlético de Alagoinhas e tem capacidade para 8000 torcedores; o Adauto Moraes (Adautão), em Juazeiro, mando de campo da Juazeirense,  pode receber 5.018 torcedores; o Eliel Martins (Valfredão), em Riachão do Jacuípe, sede da Jacuipense, tem capacidade para 4.091 torcedores; o novo estádio Professor Jodilton Souza (Arena Cajueiro), pertencente ao Bahia de Feira, tem capacidade para 4000 torcedores; o José Rocha, em Jacobina, a capacidade é de 3500 torcedores e o Waldomiro Borges (Waldomirão), onde joga a Associação Desportiva Jequié, a capacidade é para 3227 torcedores, de acordo com os laudos aprovados pela FBF. (Jequié Repórter)

Prefeitura busca parceria com Detran para desenvolver projeto de sinalização no trânsito de Jequié

Prefeitura busca parceria com Detran para desenvolver projeto de sinalização no trânsito de JequiéO Prefeito de Jequié, Sergio da Gameleira, esteve na tarde de terça-feira, 15, acompanhado do deputado estadual, Euclides Fernandes, em agenda com o diretor-geral do Detran- BA, Lúcio Gomes. O deputado federal Paulo Magalhães, em função de um outro compromisso, não pôde estar presente ao encontro. Neste primeiro momento, foi apresentado à diretoria do órgão a solicitação de uma parceria com o governo do Estado, através do Detran/Ba, para que disponibilize uma equipe de engenharia para desenvolver o projeto de sinalização vertical, horizontal e semafórica do nosso município. Contando com o apoio do governador Rui Costa, nos máximo 15 dias essa equipe estará em Jequié, e passará um período desenvolvendo esse projeto tão importante para a modernização do trânsito da cidade. Num segundo momento, contando com o apoio do deputado estadual Euclides Fernandes e do deputado federal, Paulo Magalhães e o governador Rui Costa, sempre muito sensível às demandas, ajudará a levar essa sinalização para todos os bairros e localidades de Jequié. (Junior Mascote)

Conheça a cidade da Bahia que tem seu 'Parque dos Dinossauros'

O pacato município de Santa Inês, no Centro-sul baiano, se prepara para se tornar em breve a “cidade dos dinossauros”. A inspiração vem de um artista local fascinado pelo filme “Jurassic Park” (1993), do diretor de cinema americano Steven Spielberg.
Há dois anos, réplicas em tamanho real de animais pré-históricos nacionais ganham as praças da cidade de 10 mil habitantes, entre eles o Pycnonemossauro (Abelissauridae), carnívoro que viveu no Centro-Oeste do Brasil há 70 milhões de anos, no período Cretáceo. A réplica em Santa Inês tem 8,5 metros de comprimento.

Andando pela cidade se vê ainda o Irritator Challengeri (Spinosauridae), dinossauro de porte médio do período Cretáceo inferior, há 110 milhões de anos, na Chapada do Araripe (CE) ou o Pterossauro Tropeognathus, também do período Cretáceo.
Dinovale
As réplicas dos animais fazem parte de um projeto da prefeitura de Santa Inês chamado “Dinovale”, que busca fazer da cidade uma atração turística e gerar renda. Dez réplicas já foram colocadas e seis estão por vir, quatro delas na entrada da cidade.


Com orçamento anual de R$ 60 mil, o trabalho tem previsão de ser finalizado no final deste ano, mas à medida que as réplicas vão ficando prontas, passam a ocupar os espaços onde estão destinadas a ficar, dando um ar de pré-história a Santa Inês.
A proposta, diz a prefeitura, é também levar conhecimento através das esculturas, servindo como aprendizado para alunos e outros visitantes. Em cada obra há informações de como viviam, do que se alimentavam, dentre outras informações.
Conduzido pelo paleoartista Anilson Borges, 40, nascido e criado em Santa Inês, o projeto cria “cenas reais” de quando os dinossauros habitavam a terra, por isso, as peças serão produzidas levando um conceito de movimento e ações.

Funcionário público concursado da prefeitura, Borges já produzia as peças desde os 15 anos, mas passou a vender mesmo com quase 30 anos, tempo que levou para aprimorar sua arte e conquistar públicos fiéis ao seu trabalho.
Pelo país
Hoje, ele tem esculturas de dinossauros espalhadas em diversos museus do Brasil, nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e Ceará, para onde está produzindo mais duas réplicas de dinossauros, em paralelo ao projeto “Dinovale”.
“Aprendi sozinho a fazer as esculturas. Com o tempo, fui aprimorando a técnica, usando materiais melhores, mais resistentes. Atualmente, faço minhas esculturas com ferro, isopor, resina e fibra de vidro, além da tinta automotiva fosca”, disse.
Antes de trabalhar no projeto, Borges se dedicava na prefeitura de Santa Inês à atividade de técnico administrativo na Secretaria de Saúde, onde era o responsável por alimentar o sistema do Ministério da Saúde com informações locais.

Foi realocado para a Secretaria de Cultura e, atualmente, se dedica somente ao que mais gosta de fazer. “Estou com um projeto de um museu em Barra do Garças (MT), junto com um amigo. Terminando o daqui, pretendo ir pra lá”, contou.
As próximas réplicas entrarão em exposição a partir dessa sexta-feira (18), em Santa Inês, durante as comemorações do dia da santa padroeira, iniciada no dia 12 e que vai até o dia 21 deste mês.
Uma delas tem 10 metros de altura e 18 de comprimento: é um Camarasaurus, dinossauro herbívoro que viveu no período Jurássico Clássico, entre 145 a 155 milhões de anos.
“Depois de exposta, a peça será colocada na porta de entrada da cidade, junto a outras três. Será nosso cartão-postal”, disse o secretário de Cultura Reubem Alves, segundo o qual o projeto é todo bancado pela gestão municipal.

“Anilson Borges é um talento que temos na nossa cidade, uma pessoa da terra, seria ignorância da nossa parte não fazer algo que valorizasse as suas obras e ao mesmo tempo estimulasse a nossa economia”, comentou.
Dentre as réplicas de animais que vão ocupar espaço em Santa Inês, está também a de uma preguiça-gigante, cujos fósseis já foram encontrados em Irajuba, cidade vizinha, e estão expostos na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), em Jequié.
A preguiça-gigante não é considerada um dinossauro, mas é um animal pré-histórico que habitou várias regiões da Bahia entre 11 mil a 60 mil anos atrás, informa a bióloga da Uesb especializada em paleontologia Rita Barreto Bittencourt.

Segundo a professora, é um pouco comum em algumas cidades do interior da Bahia as pessoas terem fósseis desses animais pré-históricos sem saberem do que se trata. Além de Irajuba, fósseis de preguiça-gigante já foram achados em Anagé e Planaltino.
“Em Irajuba, as pessoas usavam a bacia de uma preguiça-gigante para lavar roupas. Explicamos para eles que possuíam valor científico grande e fomos coletando e recebendo outras peças como doações deles”, disse a professora.
Ainda segundo ela, o projeto “Dinovale” deve ser estimulado por outros entes estaduais e federais com vistas não só ao turismo, mas também à educação infanto-juvenil. “Ele é algo inédito, torço para que Santa Inês vire referência no assunto”. (Corrêio)